Jornal da Praceta

FUNDADO JUNHO DE 2001

Informação sobre a freguesia de Alvalade

( Alvalade, Campo Grande e São João de Brito













  Outubro de 2021



Este Fim de Semana em Alvalade

Dia 24 (Domingo) às 16h00 junto ao Pavilhão 1, no Estadio Universitário de Lisboa será plantada uma árvore (oliveira) que recorda as vítimas da Pandemia mas também simboliza a esperança no futuro. Neste pavilhão funcionou o centro que maior número de vacinas atribuiu à população portuguesa. No Hospital de Santa Maria a partir das 17h00 terá lugar o encerramento destas jornadas a que se associou a Universidade de Lisboa. Programa

Nova Presidência na Junta de Freguesia (PSD)

Luís Nazaré (PS), com o rigor que lhe é reconhecido, às 21 horas em ponto do dia 20 de Outubro, tentou dar inicio à sua última presidência da assembleia de freguesia. Não foi possivel, os eleitos da Coligação Novos Tempos, Chega, Mudar Alvalade e Iniciativa Liberal permaneciam em animada conversa na rua e átrio do Centro Civico Edmundo Pedro. Foi necessário chamá-los. Composta a assembleia, com 18 minutos de atraso, seguindo os vários procedimentos legais, foi empossado o novo presidente da Junta - José Amaral Lopes e eleitos os restantes membros do executivo, constituido apenas por elementos do PSD e CDS-PP. Para a história fica o discurso do novo presidente.

Nova Presidência da Assembleia de Freguesia (PS)

Dada a dispersão de votos, a expectativa recaiu sobre quem seria eleito para a presidir e secretariar a assembleia de freguesia. O resultado foi afinal o esperado: três elementos do PS que faziam parte do anterior executivo da Junta: José Ferreira (Presidente) e Margarida Afonso (secretária) e José Alberto Reis. Sem surpresa foram também os discursos dos eleitos: O Chega reclamou por segurança, policiamento, videovigilância,iluminação pública, auditória externas às contas da Junta. Mudar Alvalade, na mesma linha, pediu mais transparência e que a Junta se limitasse a distribuir dinheiro às associações e a fiscalizar depois a sua aplicação. O imbróglio d`Os Estrelas persiste. A Iniciativa Liberal mostrou-se contente por ter eleito um vogal. O Bloco de Esquerda revelou-se empenhado em prosseguir com ações de rua centradas nas questões ambientais. A CDU relembrou o trabalho realizado desde 2013, sobretudo no desporto escolar, esperando continuidade. O PS fez, pela voz de Mário Branco, como lhe competia, um balanço da obra realizada, esperando também que fosse lhe dada continuidade e para melhor. O PSD fez o discurso do "deixem-nos trabalhar". Mais

Quentes e Boas

Castanhas quentes e boas é o que garante o senhor Jorge Pinto. "Vem de Sernacelhe e Penedono, as melhores castanhas de Portugal. Conhece ? "  Preço da dúzia: 2,5 euros. Foto: 21/10/2021

Paróquia do Campo Grande

O falecimento do Padre Vitor Feytor Pinto (1932-2021) foi motivo mais do que suficiente para revisitarmos a longa história da Paróquia dos Santos Reis Magos do Campo Grande. Mais

Vazadouro vira Parque de Estacionamento

Durante décadas este logradouro na Rua Antónia Pusich estava transformado num vazadouro de entulho de obras e lixo, povoado de barracas, uma das quais alugada como garagem. No meio do caos amontoavam-se automóveis que ali eram estacionados ou abandonados. Não faltavam ratazanas de todos os tamanhos. A Junta de Freguesia de Alvalade (PS) limpou e requalificou este espaço público, aberto dias antes da tomada de posse do novo executivo da Junta (PSD/CDS) . Mais  Foto: 20/10/2021

Memórias da Azinhaga das Murtas

Rui Manuel, mais conhecido por Runa, nasceu e foi criado num pátio da Azinhaga das Murtas. Não fosse a Pandemia o seu livro - Campo Grande (Memórias Ilustradas) -  publicado em 2017 teria outro eco. Desde os anos 60 elabora uma micro-geografia do lugar e das suas mudanças sociais, identifica e caracteriza personagens, grupos étnicos, hábitos, instituições, cafés, restaurantes, escolas, ocupações profissionais, divertimentos,desportos, conflitos, etc. Ao longo de todo o livro expressa uma irreprimível saudade de tempos que guarda nas suas lembranças e que tenta resgatar ao inevitável esquecimento. A ler na Biblioteca Nacional de Portugal, o lugar onde o encontramos.

Gonçalo M. Tavares:"Prémio Universidade de Lisboa"

O Prémio Universidade de Lisboa, na sua edição de 2019, acaba de ser atribuído ao escritor Gonçalo M. Tavares (15/10/2021). O juri considerou que a sua  obra literária era singular, impressiva no âmbito de tópicos e preocupações que versa, e objecto de um amplo reconhecimento internacional que excede o da quase totalidade de autores da sua geração em qualquer idioma. Traduzida em praticamente todas as línguas europeias, bem como em, por exemplo, chinês, japonês, árabe, hebraico, hindu, ou crioulo, a obra tem conhecido, e continuará decerto a conhecer, uma repercussão pública notável e crescente. Gonçalo M. Tavares é professor da Universidade Lisboa. Entre a sua já vasta obra destacamos: Jerusalém (2004), O Senhor Valery (2006) e Aprender a Rezar na Era da Técnica (2007),    

Desde 2020 colabora com a Junta de Freguesia de Alvalade no projecto "Leituras Comentadas" cujos videos podem ser vistos no Youtube.

12 de Outubro de 2021 

A Universidade de Lisboa esteve em festa. Comemorou-se a abertura do Ano Académico, com o regresso às aulas presenciais. Realizou-se com a dignidade devida a cerimónia de tomada de posse do novo Reitor da Universidade de Lisboa, Professor Doutor Luís Manuel dos Anjos Ferreira. A Alameda da Universidade encheu de novo para uma alegre recepção aos novos estudantes. Assistimos a tudo. Mais

Elogio. Em vinte anos de existência deste jornal é a primeira vez que fazemos o elogio a um reitor da Universidade de Lisboa: António da Cruz Serra.   Mais 

Anote na Agenda:

"A Biblioteca Iluminada"

Um acontecimento cultural imperdível na Biblioteca Nacional de Portugal. Curiosidade: Na Idade Média a palavra "biblioteca" era sinónimo de  "Bíblia".

Segredos da Travessa Henrique Cardoso

 

Esta travessa é um mundo infindável de boas surpresas, uma delas é o atelier de Paulo Barreiros Cardoso. Após uma  sólida formação em restauro no Instituto José de Figueiredo, mesmo juntinho ao  Museu Nacional Arte Antiga onde, confessa, passava longas horas. Após o domínio das técnicas do seu oficio decidiu dedicar-se finalmente à sua paixão de sempre: a pintura. Não faltam nas suas obras alusões a pinturas William Turner, Claude Monet e até Helena Vieira da Silva, mas facilmente percebemos que estamos perante a emergência de uma outra linguagem expressiva. Foto: 11/10/2021

Brutal Agressão

Quem assistiu à agressão não escondeu a sua estupefacção. Dois jovens, alegadamente oriundos de um problemático "bairro " local, entraram pelas 16h45, do dia 11/10/2021, numa  pequena loja da Rua Afonso Lopes Vieira e como não lhes fosse dado o que pretendiam   agrediram de forma brutal o empregado (imigrante). A possa de sangue que cobria parte do pavimento do estabelecimento espelhava a violência da agressão. Á porta uma empregada (brasileira) de outro estabelecimento comercial na mesma rua, mostrava a sua indignação, relatando que algumas colegas devido a ameaças que foram alvo tinham já desistido de trabalhar nesta zona de Alvalade. Diversos estabelecimentos, como termos documentado tem encerrado, constando por motivos similares. Mais

"Problemas que Surgem Fora do Âmbito / Contexto / Período Escolar"

 

No âmbito da CSFA, dinamizada pela PSP, no passado dia 7/10/2021, realizou-se uma importante sessão através do "Zoom"sobre esta temática. Mais

Emergência Climática

Há sempre quem duvide que estamos perante uma catastrofe global e que é preciso mudar de vida. Uma mudança que todos somos chamados a participar hoje. Amanhã poderá ser tarde demais.

Numa colaboração com a Associação Portuguesa da Imprensa, no âmbito da iniciativa Word News Day  não deixe de ler a  importante entrevista com presidente do IPMA sobre a emergência climática. Mais

Eleições Autárquicas 2021

 Resultados

Aqui

Parallel Review Lisboa 2021

Extended Atlas. Exposição de fotografia patente no parque de estacionamento do Mercado de Alvalade até 31 de Outubro. Ao longo de 60 metros estão expostas obras de três dezenas de artistas que desde 2017 procuram um novo diálogo com o público e a cidade.  Curadoria de Sandra Vieira Jürgens. Foto:05/10/2021

Do Céu para a Mesa

No Jardim Horticola Aquilino Ribeiro Machado está quase concluido mais um projecto comunitário em Alvalade. "Do Céu para a Mesa" assim se chama esta horta urbana vertical, no ambito do programa CML Bip-Zip. Partiu da iniciativa do Centro Paroquial do Campo Grande e contou com o apoio da Junta de Freguesia de Alvalade. Procura promover a auto-sustentabilidade alimentar, com especial enfoque nos bairros das Murtas, São João de Brito e Pote d`Água. Foto: 6/10/2021

A Voz dos Moradores

Otelo Lapa morava na Baixa de Lisboa. A invasão de turistas tornou-se insuportável. Há três anos mudou-se para a Rua Afonso Lopes Vieira e descobriu nas traseiras do seu apartamento um logradouro público repleto de lixo e entulho de obras. Durante a pandemia com a ajuda de outros moradores deitou mãos à obra e iniciou a sua limpeza. Leia aqui o seu contagiante testemunho de civismo. Mais

Residências Artísticas

No Museu Bordalo Pinheiro realizou-se no dia 1 de Outubro um Dia Aberto dedicado às Residências Artísticas Bordalo Pinheiro. Quem por lá passou pode conhecer melhor os artistas em residência no Museu – Ana Fonseca, Francisco Trêpa, Mariana Barros e Rita Leitão -, assim como o trabalho que têm vindo a desenvolver durante a residência e que culminará numa exposição. Mais

Não Sei Se Deram Conta...

Não sei se deram conta mas neste verão (26/06/2021) fechou mais uma livraria em Alvalade: a Livraria Multinova. Fundada em 1970 foi adquirida em 2015 pela Paulus Editora, pertencente à Sociedade São Paulo (Paulistas), uma congregação religiosa. Estamos mais pobres.

Devolutos

Rua de Entrecampos, um dos vários edificios abandonados.

Em Lisboa continuam a faltar casas para arrendar a preços acessíveis. No entanto, num levantamento que fizemos na freguesia de Alvalade o que não faltam são edificios (prédios e vivendas) devolutos. A próxima rubrica.

Monumento da Guerra Peninsular ao Abandono

Quem passa pela praça de Entrecampos depara-se com o triste estado deste monumento nacional comemorativo da resistência às invasões franco-espanholas de 1807 a 1814. Está ao abandono !. As estátuas já danificadas por anteriores comemorações futebolisticas tem agora um novo ornamento: um vigoroso arbusto. Fotos: 10/08/2021. Mais

Como tudo Começa

Prossegue a apropriação de terrenos públicos nos logradouros de Alvalade. Tudo começa como temos documentado de forma muito simples: o terreno a ocupar é cercado com estacas de madeira e depois murado. No seu interior não tarda a surgir uma nova barraca ou outra construção para efectivar a plena ocupação. A partir daqui, como faziam os antigos conquistadores coloniais, declara-se que o terreno tem "dono". Se a CML pretender desapossar os novos "legitimos ocupantes", o que raramente faz, desenvolvem-se o argumentatário da antiguidade da ocupação. Outros, masi politizados, argumentam que se trata de um movimento "comunitário", na defesa de objectivos "colectivos". Em todo o caso há sempre um qualquer partido político pronto a defender estas ocupações, denunciando a "falta de diálogo" da autarquia ou uma qualquer "necessidade" dos ocupantes. Foto: 12/08/2021, ocupação recente nas traseiras da Rua Afonso Lopes Vieira.

Intervenções na Quinta dos Barrros

Ao contrário do que muitos pensam, a freguesia de Alvalade não se reduz à Avenida da Igreja. Na zona da antiga Quinta dos Barros e Quinta Fonsecas e Calçada vivem mais de 3 mil pessoas. É por isto que saudamos as recentes intervenções da junta de freguesia na Rua Paul Harris (jardim e Parque Canino), na envolvente do Pavilhão Municipal e na requalificação da sede do Grupo Desportivo e Cultural Fonsecas e Calçada. Foto: 6/08/2021

Encerramento da Unidade de Alcoologia de Lisboa (UAL)

O drama vivido por dependentes de álcool levou a Associação de Amigos da Unidade de Alcoologia de Lisboa a lançar um apelo: reabram a Unidade de Alcoologia de Lisboa (UAL) . Mais

Requalificação de Logradouros

Jardim da Celeste. Foto: 25/08/2021

Pormenor dos caminhos pedonais reconstruídos. Foto: 25/08/2021

Está quase concluida a importante obra de limpeza e requalificação de dois logradouros na Rua João Lúcio e Antónia Pusich, a poente da Escola Básica de Santo António. Os operários não descansaram enquanto não retiraram toneladas de lixo e derrubarem muitas das construções ilegais. Num dos logradouros surgiu o Jardim da Celeste com um bonito parque infantil, os caminhos pedonais foram reconstruídos, ladeados de árvores e plantas. Em suma, o que hoje se pode observar não tem comparação com o que aqui existia. A questão que agora se coloca é saber quanto tempo resistirá tudo o que foi realizado ao crónico vandalismo. No segundo logradouro, embora as obras avancem a um bom ritmo estão mais atrasadas.

A dimensão destas limpezas deixaram espantado o senhor Carlos Ferreira dos Santos, natural do Porto e há quatro anos a viver na Rua Afonso Lopes Vieira. Confessa-nos que no Porto a porcaria que observa em Lisboa era impensável. "Aqui as pessoas só cuidam da limpeza da porta para dentro, mesmo que à volta da sua casa seja um chiqueiro, isto não as afecta". Mais

Embora a obra fosse há décadas reclamada por muitos moradores, a mesma tem contado como uma ativa oposição de alguns moradores. Afirmam que esta limpeza e requalificação do espaço público tem um objectivo sinistro: encarcerar os moradores. Mais

A Vinda de Enfermeiros Suiços para o Hospital Júlio de Matos

Confederal Helvética em 1942 autorizou que viessem 14 enfermeiros para Portugal. Tinham como objectivo criarem uma escola de enfermagem psiquiátrica oinde seriam aplicados novos métodos terapeuticos. O hospital acabara de ser inaugurado a 2 de Abril. É um caso excepcional se tivermos em conta que o mundo estava mergulhado numa guerra mundial, onde os recursos humanos na área da saúde eram escassos e vitais. O que terá levado a Suiça a esta decisão diplomática?. Mais

Alvalade Verde na Capital Verde da Europa 2020

Lisboa foi durante 2020 oficialmente a capital verde da Europa. Jornal da Praceta acompanhou o que se tentou fazer na cidade e na freguesia. Em Alvalade destacamos três iniciativas: o arranjo paisagistico das traseiras da Biblioteca Nacional e uma excelente exposição sobre os jardins em Portugal na mesma instituição.   Mais

Requalificação do Bairro de São João de Brito

Uma das habitações a requalificar pela CML ? ( Foto:12/03/2021).

A Câmara Municipal de Lisboa no dia 9 de Março de 2021 deu inicio às obras de requalificação deste bairro de génese ilegal. Nesta obra, com uma duração prevista de dois anos, será feita a substituição completa das infra-estruturas (rede de saneamento, água, gás, telecomunicaçoes, arruamentos, passeios, etc). O custo total previsto é de 3,7 mihões de euros.

A este inicio das obras não é alheio o facto de estarmos num ano de eleições autárquicas. Nas eleições de 2017 a requalificação da zona, incluindo o "bairro de S. João de Brito"" foi o assunto mais debatido.

O PS prometeu a sua rápida legalização e requalificação deste bairro. Os restantes partidos falaram na requalificaçção e legalização de toda a zona, incluindo a Quinta do Correio-Mor, Quinta do Alto e Rua das Mimosas. A verdade é que só quatro anos depois é que as primeiras obras avançaram e apenas na área do "Bairro S.João de Brito". O senhor José Alberto da Silva proprietário da habitação acima destacada foi excluido deste processo. O local era um antigo depósito de materiais da firma Matias Avilas (falida), onde afirma que a Câmara pretende fazer um "mirador". Vive aqui à 30 anos com a esposa e, quando calha também a fiha. A CML alega o senhor José tem outra residência no Saldanha, ele fala em problemas com a correspondência: o correio é entregue em dois sítios diferentes. Este açoriano de nascimento pede apenas uma casa, igual às que a CML distribui de graça a tanta gente. Não tem dinheiro para alugar, comprar ou construir uma casa. Mais

Criminalidade em Alvalade

Trovoada ou Vandalismo?

Na Rua António Ferreira, entre os números 8 e 10, por volta das 6h00 da madrugada de 13/09/2021,  deflagrou um incêndio na via pública que consumiu quatro viaturas. As hipóteses avançadas são duas: um acto de vandalismo  ou um acidente provocado por uma trovoada. O fogo poderá ter começado na mais pequena das viatura que ficou totalmente carbonizada ou num caixote  do lixo junto à mesma. Os proprietários lesados, como o senhor José Diogo estão desolados com o que lhes aconteceu, temendo agora não virem a ser indemnizados pelas seguradoras. Foto: 13/09/2021

Vaga de Assaltos

No dia 3 para 4 de Setembro ocorreu uma nova vaga de assaltos de viaturas entre a Avenida dos EUA e a Avenida do Brasil, pssando pelo Bairro das Caixas. Vítimas dos assaltos garantiram-nos  que terão dado entrada na 18º. Esquadra do Campo Grande três dezenas de queixas. Uma delas deu-nos uma possivel explicação: "andam à procura de trotinetas electricas ou bicicletas articuladas deixadas nos porta-bagagens". O elevado número das queixas e os vários pedidos de confirmação que nos fizeram chegar levou-nos à mencionada esquadra (8/9/21, 16h45). Estariamos perante um autêntico "arrastão" em Alvalade?. Um agente de serviço desiludiu-nos de alcançar o nosso objectivo: o chefe José Bernando já tinha saído e só no dia seguinte poderiamos confirmar o número de assaltos que circulavam, e não havia ninguém para o substituir. Comentário de uma senhora que com o filho esperava à porta da esquadra para apresentar uma queixa por outro motivo: "Não trabalham em continuo". Insistimos e acabamos por ser "recompensados". O comissário José Cunha garantiu-nos que a informação seria prestada por e-amail no dia seguinte ou num outro qualquer, se a mesma fosse autorizada. Até ao momento continuamos à espera, somos persistentes.

Não Esquecemos

Em plena pandemia, Alvalade voltou a ser notícia pelas piores razões. Um homem de 78 anos saíu à noite para dar um passeio higiénico e foi morto à facada. O corpo apareceu junto à entrada do Parque José Gomes Ferreira na Rua Professor Veiga Beirão (15/02/2021). No dia 18 de Junho de 2020 dois jovens resolvem combinar um ajuste de contas no jardim da rua General da Pimenta de Castro, junto ao Bairro das Estacas, próximo da Estação de Comboios Roma-Areeiro e de estações do metro. Uma localização que permitia uma chegada e fuga rápida, como acontece nestes confrontos no Campo Grande. Um chamava-se James Boyce, 15 anos, era morador na zona do Castelo, ou outro mora na Alta de Lisboa, tem 14 anos. Vinham acompanhados de 7 "amigos", 4 moram em Lisboa e os restantes em Rio de Mouro, Odivelas e Oeiras, todos com idades entre os 14 e os 19 anos. As agressões iniciaram-se mal chegaram ao local, era para isso que estavam àquela hora naquele local. O "James Boyce" não contava com a faca que o seu adversário trazia e acabou esfaqueado. Pouco passava das 19h00 quando os dois bandos fugiram deixando num chão um jovem em agonia que veio a falecer no Hospital de Santa Maria. Nenhum socorro lhe prestaram, a amizade terminara ali.

Como temos referido, estes confrontos violentos de jovens em Alvalade não são novidade. A facilidade de acesso à freguesia torna certas zonas na vizinhaças de interfaces de transportes, ideais para incursões de bandos oriundos de outros pontos da cidade ou dos seus arredores. Estes bandos, em geral limitam-se a marcar territórios com grafittis, mas não raro passam à prática de assaltos a outros jovens ou atos de vandalismo. Uma onda de criminalidade perante a qual a PSP se tem mostrado impotente. Mais

Burlas e Assaltos

A PSP alerta a população mais velha para não abrir a porta a estranhos que se identifiquem como profissionais de saúde. Alerta também para as chamadas "Contas Solidárias" que se propõe angariar dinheiro para "Mascaras e Luvas" e "Financiar a Vacina Contra o Vírus". Não falta imaginação a estes criminosos para enganarem o próximo sempre que a oportunidade surja.

COVID - 19

Informação relevante Aqui

 

Universidades em Alvalade

Corrida aos Trajes Académicos

As centenas de jovens que temos visto no Jardim do Campo Grande envolvidos em rituais das praxes deixava antever uma corrida aos  trajes académicos.  À porta das duas lojas existentes na Avenida do Brasil tem-se formado longas filas de jovens muito excitados por envergarem a fatiota. Mais Foto: 25/09/2021

Expansão da  Cidade Universitária

Durante o mês de Setembro tem inicio as aulas nas três universidades situadas na freguesia de Alvalade. O movimento de largas dezenas de milhares de estudantes já começou a fazer-se sentir na zona do Campo Grande.  Entretanto prossegue o arranque, a continuação ou a conclusão de grandes obras na  área da "Cidade Universitária". Mais 

  

O futuro Centro de Valorização e Transferência de Tcenologias do ISCTE. Foto: 7/09/2021

 

O novo edifcio da Faculdade de Farmácia da UL em fase de acabamentos . Foto:7/09/2021

Nesta onda construtiva está também em remodelação e ampliação a Biblioteca da Faculdade de Direito da UL. A Faculdade de Letras anunciou que vai construir a igualmente um novo edifício.   

Problemas Crónicos

A Pandemia provocou uma estranha sensação de mudança. A suspensão de inúmeras atividades gerou a ideia que muitos problemas crónicos na freguesia haviam desaparecido. Pura ilusão ! Um a um estão de volta e muitos outros surgiram.

Início do ano Letivo de 2021/2022

O novo ano lectivo que começa no pré-escolar, básico e secundário entre 14 e 17 de Setembro tem muitas novidades em Alvalade. Uma das que nos agrada é a abertura das novas instalações no pré-escolar e de grande parte das destinadas ao 1º. ciclo na Escola Teixeira de Pacoais. As obras de requalificação desta escola iniciadas em 2016, devido a sucessivos contratempos foram-se arrastando no tempo. As condições em que funcionou eram deploráveis para as crianças, professores e outros funcionários. A sua conclusão definitiva das obras está prevista para março de 2022. Mais

Alvalade Recordista de Acidentes

O mês de Julho de 2020 ficou tristemente assinalado pela morte no dia 10 da jovem Ana Oliveira no Campo Grande. Foi atropelada quando atravessava de bicicleta uma passagem para velocipes que existe frente à Biblioteca Nacional. O condutor não parou ao sinal vermelho. Era aluna Escola Rainha Dona Leonor e basquetebolista da equipa sub-19 do SCP. Na manifestação que se seguiu pediu-se medidas para acalmar o tráfego na cidade , como lombas, velocidade limitada a 30km/hora, fiscalização, fim das "auto-estradas" na cidade.

Sabe em Lisboa onde se regista maior número de acidentes ? José Bernardo, chefe da 18ª. Esquadra - Campo Grande, não tem dúvidas é no cruzamento entre a Av. de Roma e a Av. do Brasil. Quem atravessa o local fica confuso sobre onde e quando pode atravessar. Esta foi uma das conclusões mais importantes feitas na apresentação de um relatório sobre Acessibilidade na Freguesia de Alvalade, no Centro Cívico Edmundo Pedro ( 27/11/2019). Apesar deste facto ser do conhecimento da CML, a verdade é que nada tem feito para corrigir a situação. José Bernardo recordou na altura outros dados preocupantes: entre 2010 e 2016, ocorreram na freguesia 593 acidentes, de que resultaram 6 vítimas mortais, 9 feridos graves e 645 feridos ligeiros. As zonas com maior número de atropelamentos foram o Campo Grande (50), Avenida do Brasil (38), Avenida das Forças Armadas (34), Avenida Rio de Janeiro(31) e Avenida dos Estados Unidos da América (28). Para a triste estatística deste lugar, assinale-se no dia 3/12/2019, a colisão entre um motociclo e uma carrinha. Mais

 

Um imbróglio de Alvalade à Penha de França

A guerra está declarada na freguesia de Alvalade, sem fim à vista. O clube Os Estrelas de S.J. B. acusam a CML e a Junta de Alvalade de o pretenderem expulsar da piscina do Regimento de Sapadores Bombeiros. É apenas mais um episódio de um longo e tortuoso conflito que envolve a concessão de dinheiros públicos concedidos para atividades e obras alegadamente não realizadas ou contas não prestadas, nomeadamente nas piscinas da freguesia da Penha de França. Mais

 

A Praga dos Grafites

Alvalade como toda a cidade de Lisboa está repleta de grafites. Nada escapa desde monumentos, a simples sinais de transito, estações de metro, paragens autocarro, edifíicios públicos ou privados, etc. A imagem que provocam é de territórios abandonados, dominados por marginais. Uma situação que não parece incomodar quem tem por missão velar pelo espaço público.

 
 

Em Foco

A Tragédia do Comércio Local

A pandemia Covid-19 agravou de forma dramática a crise que afectava o comércio local em Alvalade. Foi mais uma estocada a juntar a tantas outras, como a abertura de grandes superficies, o envelhecimento da população residente, a deslocalização e encerramento de empresas na freguesia, mas também a marginalidade em algumas zonas. O longo período de confinamento agravou de tal modo a situação que temos assistido ao encerramento de muitos estalecimentos com as consequências que são conhecidas. A Junta de Freguesia nesta área tem revelado um maior dinamismo prapagandistico, embora com resultados irrisórios.

 

 

Editorial


Poluição

 

Saúde


Jardins e Parques


Espaços Públicos

 

Civismo

 

Segurança


Mobilidade

 

Educação


Junta de Freguesia


Câmara Municipal

 

Assembleia Municipal

 

Instituições

 

História local


Cidade

 

Ciência

 

Cultura

 

Urbanismo

 

Desporto

 

Quiosque

 

Restauração

 

Comércio

 

Avenidas

 

Casos

   
 

Imagens de Alvalade

.

Estatísticas

 

 

.

Viva Lisboa

Lisboa no seu melhor

.

 

 

Agenda Cultural

 

 

Cores de Alvalade

 

 

 

.Alvalade de Lés a Lés: 

Percurso 1 

Percurso 2

Percurso 3

O bom tempo está a chegar é altura de conhecer Alvalade com o Jornal da Praceta. Temos muitos percursos e sugestões.

Alvalade dentro e fora de portas 

Uma nova sugestão para caminhadas: Alvalade dentro e fora de portas, Aqui

 

   
  .

Breve História de Lisboa

Sugestões para um percurso histórico por Lisboa. Mais

 

 

365 Programas para conhecer e viver em Lisboa

Não sabe o que fazer em Lisboa? Nós damos-lhe 365 sugestões. Surpreenda-se. Mais

   
 

 

,Alvalade, mais que uma palavra

Uma palavra árabe que deu nome a cidades, vilas, aldeias e bairros em Portugal, Espanha e Angola. Mais

 

 

 

 

Cartas dos Leitores