Jardins, Parques e Hortas

Pausas

Faça uma pausa, dê um passeio. Deixe-se inspirar pelas nossas imagens

Jardim da Azinhaga das Teresinhas

Ao lado do templo BAPS SHARI Swaminarayan Mandir, na Avenida Gago Coutinho, existia um baldio transformado numa lixeira. A comunidade local concorreu em 2019 ao Orçamento Participativo da CML com um projecto para a requalificação deste espaço. Foi um dos projectos vencedores que registou uma das mais expressivas votações. A Junta de Freguesia de Alvalade, por delegação de competência da CML assumiu a incumbência da sua realização. Um a um todos os obstáculos foram sendo ultrapassados e a obra estava finalmente concluida (2021). A anterior Junta, recorde-se, também por delegação de competência da CML concluiu dois outros projectos do Orçamento Participativo: o Mercado-Jardim e a Requalificação do Complexo Desportivo de S. João de Brito.

Pedalar Sem Idade

Como proporcionar às pessoas idosas momentos de convívio fora de casa? Esta foi uma das razões que estiveram na base do movimento Internacional Cycling Without Age que proporciona passeios grátis para idosos com mobilidade reduzida. Em Alvalade, o movimento conta desde o princípio de 2020 com o entusiástico apoio de voluntários e de instituições como a Paróquia do Campo Grande, Paróquia de S. J. Brito, Associação Salvador e a Junta de Freguesia. Foto: 11/01/2022

Destruição de Pequenos Jardins

Nos últimos anos este pequeno jardim na Rua António Patricio já foi replantado três vezes. A razão é sempre a mesma: os donos de cães e os respectivos animais cobrem a sua superficie de dejectos e destroem tudo o que é plantado. Não há vigilância nem punição contra estas criaturas. Dada a  dimensão da porcaria canina que aqui se acumula, como temos documentado, a solução seguida pela Junta de Freguesia tem sido voltar replantar tudo novamente. Não seria preferivel transformar o local num parque canino ? Foto: 5/10/2021.  Mais

Biblioteca Nacional de Portugal

Aspecto do jardim do lado nascente após a conclusão das obras. O edificio ganhou uma outra dignidade. Foto: 2/05/2022

Em Janeiro de 2022 foi concluída a requalificação do jardim e escadaria do lado nascente. A requalificação do jardim a poente ocorreu em 2020. O abate de grande parte dos choupos brancos e negros gerou de inicio vários protestos, temia-se o pior. Foi instalado um sistema de rega automática. A obra foi financiada pela CML, no ambito do projecto de Lisboa Capital Verde da Europa 2020. Foto: 13/09/2021.

O vasto recinto da BN Portugal em 2020 foi completamente limpo. Com excepção do espaço em frente á entrada principal, as laterais e as traseiras tinham um aspecto pouco digno desta instituição sediada em Alvalade. As obras da ampliação e remodelação de 2007 a 2013 não contemplaram os espaços verdes. Os muros estavam sujos e assim ficaram. O gradeamento já nem tinha vestígios de cor. Muitos dos que por ali passavam desfaziam-se de desperdícios, atirando os mesmos para o interior do recinto como se este fosse um vazadouro público. A limpeza do matagal, sobretudo nas traseiras, há muito que se impunha nomeadamente por uma questão de segurança. Esperemos que outras instituições públicas sigam este exemplo e procedam à limpeza da área onde estão implantadas. Situações destas não faltam na freguesia. Foto: 14/2/2020

A Voz dos Moradores

Otelo Lapa morava na Baixa de Lisboa. A invasão de turistas tornou-se insuportável. Há três anos mudou-se para a Rua Afonso Lopes Vieira e descobriu nas traseiras do seu apartamento um logradouro público repleto de lixo e entulho de obras. Durante a pandemia com a ajuda de outros moradores deitou mãos à obra e iniciou a sua limpeza. Leia aqui o seu contagiante testemunho de civismo. Mais

Parque José Gomes Ferreira

Cabras Sapadoras ?

A introdução de animais como as cabras sapadoras na Mata de Alvalade resolvia de forma económica, pedagógica e ecológica a questão da sua limpeza. Uma experiência no concelho da Feira demonstrou que 26 cabras em três meses eliminam 12 toneladas de mato e vegetação alta. A ideia é do Sr. Ferreira, funcionário da Junta de Freguesia de Alvalade. Anda sózinho munido de apenas uma roçadeira a tentar limpar os 21 hectares do Parque José Gomes Ferreira. A tarefa é manifestamente impossivel de ser realizada, ao contrário da ideia deste esforçado trabalhador. Foto: 18/02/2020.

Parque Aventura continua ao abandono

O Parque Aventura (inaugurado em Abril de 2014) foi um dos equipamentos que muito se esperou para a revitalização do Parque José Gomes Ferreira. A manutenção do parque passou ser assegurada pela Junta de Freguesia de Alvalade (Protocolo 387/2014). Seis anos depois, o Parque Aventura continua ao abandono, a única coisa que "funciona" é a limpeza mantida pela junta de freguesia para evitar a propagação dos incêndios (Foto: 30/10/2019) . Mais 

Hortas, Parque Hortícola e Hidroponia

Nos últimos anos Alvalade destacou-se no campo da sustentabilidade associando projectos de requalificação urbana com o desenvolvimento de hortas urbanas. Os exemplos que foram criados são profundamente inspiradores para uma cidade mais humana, verde e amiga do ambiente. Mais

Requalificação dos Logradouros na Avenida dos Estados Unidos da América

Em 2017 a Junta de Freguesia de Alvalade, com competências delegadas pela CML procedeu à requalificação de grande parte dos logradouros da zona oriental da avenida. A obra era à muito reclamada. O resultado é excelente, haja civismo para o não vandalizar. O executivo da Junta iniciou em 2019 a requalificação dos logradouros da zona oeste, cuja parte mais polémica é a requalificação do enorme logradouro da Rua António Patrício. Mais

Recordando...

Ribeiro Telles foi afastado da CML por Santana Lopes porque não estava disposto a pactuar com mais atentados contra o ambiente e a completa degradação da vida na cidade. (Jornais de 15/1/2003)

Entre outros projectos que realizou para a CML conta-se um estudo para a reabilitação dos logradouros do Bairro de Alvalade. 

Jardim do Campo Grande - Jardim Mário Soares

Primavera já Chegou

No dia 20 de Março, domingo, entramos oficialmente na Primavera. No Jardim do Campo Grande, como todos os anos acontece por esta altura, é tempo de plantações . Foto: 14/03/2022

Jardim do Campo Grande - Requalificação da Zona Sul

Mário Soares Jardim

Foto:22/10/2019

No dia 25 de Abril de 2018 foi formalmente inaugurado pela Câmara Municipal de Lisboa a zona sul do jardim do Campo Grande, que passou a chamar-se "Jardim Mário Soares". O memorial que lhe foi dedicado, no mesmo dia em que foi inaugurado (25/04/2018), começou logo a ser vandalizado, obrigando a uma vigilância permanente da polícia municipal, durante a noite e o dia. Uma vigilância que não impediu que a estátua de Mário Soares (em acrílico) fosse vandalizada no dia 10/5, pelas 5:30, só que desta fez os delinquentes foram identificados. Mais

Trabalhos de Outono: preparar o terreno para a sementeira de relva. 25/10/2019

Aprenda Matemática no Jardim do Campo Grande

Uma das curiosidades da requalificação deste jardim (Agosto de 2012- Novembro de 2013) é um percurso por acontecimentos que desde Pedro Nunes marcaram o desenvolvimento desta ciência. Foram também instalados jogos e equipamentos para estimular o cálculo e a flexibilidade mental. Passados três anos quase tudo foi vandalizado pelo estudantes das universidades nas suas contínuas praxes. Mais

A Expulsão das Crianças dos Jardins

Nos últimos anos centenas de milhares de euros dos contribuintes portugueses tem sido gastos pela CML e a Junta de Freguesia de Alvalade a requalificar os jardins e outros espaços verdes da freguesia. Mal as obras são dadas por concluídas já os donos dos animais os estão a usar para os cães fazerem as suas necessidades e se divertirem a destruírem tudo o que neles está plantado.. 

Muitas campanhas tem sido lançadas apelando ao civismo dos donos dos animais, mas nada dos demove nesta ação destrutiva dos espaços públicos. Os donos dos cães tornaram-se em Lisboa numa praga cujos danos que provocam à cidade são superiores aos dos pombos.  Mais

Um "típico" lisboeta que não encontrou melhor sítio para passear o cão do que um canteiro onde as plantas haviam acabado de ser postas (nada resiste a estes animais). Foto: Av. Rio de Janeiro. Outubro de 2016.

Da Destruição dos Parques Infantis

A junta de Freguesia de Alvalade, em boa hora, recuperou a maioria dos parques infantis da freguesia, mas rapidamente os mesmos começaram a serem vandalizados por adultos ! Tudo acontece à vista de todos na maiores das impunidades, como este caso que escandalizou os moradores da Rua José Duro (8/07/2107, 15:45) Mais

 
 

 

Jardins do Hospital Júlio de Matos

Sabia que desde 19 de Junho de 2013 os 22 hectares do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa, vulgo Hospital Júlio de Matos, estão abertos ao público entre as 7 da manhã e a 1 hora da noite. Pode passear, andar de bicicleta, frequentar os seus vários cafés e ver uma das muitas exposições de arte que ao longo do ano aqui são realizadas. Aproveite pela sua saúde !

 

Pequenos Jardins em Alvalade

(logradouros)

Quem não adoraria ter à frente da casa um pequeno jardim? Viver rodeado de espaço verdes? Aparentemente muito raros seriam os que não gostariam de ter possibilidade.

A verdade é que no Bairro de Alvalade, concebido para ser uma "cidade jardim", uma larga percentagem da sua população acabou por destruir os pequenos jardins, cobrindo-os de cimento, ocupando-os com com construções clandestinas ou transformando-os em lixeiras. Mais

Pequenos Jardins de Bairro

( públicos )

Os pequenos de Lisboa foram durante décadas deixados ao abandono pelos serviços camarários. A política parecia ser transformá-los em parques de estacionamento ou simplesmente abandoná-los. Nesta voragem nada escapou. Pontualmente em alguns destes jardins eram feitas limpezas e pequenas melhorias, mas rapidamente esta preocupação desaparece. Tudo volta ao normal, o mesmo é dizer a um rápido processo de degradação. Desde 2013 começaram a registar-se importantes mudanças como temos documentado. Mais


 

Jardins do LNEC (não) vão abrir ao público !

Ao contrário do que se tem afirmado o Campus do LNEC - Laboratório Nacional de Engenharia Civil não será aberto à população, mesmo fossem feitas grandes restrições. O Gabinete de Relações Públicos do LNEC confirmou-nos esta decisão no passado dia 19/11/2015. Ao contrario dos desejos da população e do vereador camarário José Sá Fernandes, o LNEC pretende manter a sua política de portas fechadas até que todos os seus antigos funcionários sejam reformados. Depois talvez haja alguma mudança.

Entretanto a solução encontrada, para satisfazer todas as partes, foi criado um pequeno "corredor" que começa num portão na Av. do Brasil e termina noutro na Rua das Murtas/2ª. Circular. Desta forma dá-se continuidade ao tão desejado "Corredor Verde" de Lisboa.  Mais

 
 

 

Plano Verde do Concelho de Lisboa

Lisboa está a transformar-se numa cidade cada vez menos atractivo para se viver, possui elevados níveis de poluição e amplas zonas com um urbanismo caótico e agressivo.  A questão do Plano Verde volta de novo a colocar-se, numa autarquia completamente descredibilizada. Mais   

 
 

 

Doenças Contagiosas nos Jardins Públicos

A proliferação de cães e gatos nos jardins públicos transformou estes espaços de lazer num perigo para a saúde pública. As crianças são as grandes vítimas desta invasão, pois são particularmente vulneráveis a doenças infecto-contagiosas transmissíveis por parasitas que se escondem nos cães e gatos. A situação atingiu proporções alarmantes quando se tornou moda, em Lisboa, os donos destes animais usarem a relva dos jardins para os mesmos defecarem. Esta não tardou a tornar-se num espaço emporcalhado e mau cheiroso. 

Entre as doenças transmissíveis pelos animais, conta-se a toxocarose, uma das principais doenças parasitárias que se transmite por via oral, podendo dar origem, entre outros, a problemas de fígado.  

 
 

 

Pausa

 

 
 

Varandas Floridas em Alvalade

A tradição não está morta, muitos são os que a procuram manter viva em Alvalade. Mais

 

 
 

 

Parques e Grandes Jardins de Lisboa

Observando a política camarária sobre os espaços verdes é notório que a CML nos últimos anos apostou claramente na criação de grandes espaços verdes, em detrimento dos pequenos jardins de bairro. Se estes parques permitem uma maior economia nos custos de manutenção, não deixam de alterar contudo a relação do lisboeta com a sua cidade. Os hábitos de convívio associados aos pequenos jardins estão a ser substituídos pelos percursos ruidosos dos "grupos" que vagueiam pelos parques. Mais

 
 

 

Arquivo

Jardim da Rua José Lins do Rego

Um caso que fez correr muita tinta e que ilustra a forma como grupos mafiosos dominam a CML, a Assembleia Municipal e as Juntas de Freguesia.

Bons e Maus Exemplos