Casos

 

A Foto Perfeita

O telemóvel era de última geração, assim como o indispensável equipamento de apoio. A pose foi o detalhe final, várias vezes ensaiado, para a foto perfeita. Foto:7/06/2022, Rua Aboim Ascensão.

60 anos de Existência

No dia 3 de Dezembro de 1961 foi inaugurada o edificio da Reitoria que inclui a Aula Magna da Universidade de Lisboa, fechando a Alameda da Universidade com os edificios da Faculdade de Direito (inaugurado a 15/10/1957) e o de Letras (inaugurado a 14/10/1958). O projecto inicial foi desenvolvido por Porfírio Pardal Monteiro (1897-1957) na década de 40 e terminado com várias alterações pelo seu sobrinho António Pardal Monteiro (1928-2012). A decoração exterior da reitoria com gravações incisas é da autoria de Almada Negreiros: uma alegoria a Lisboa, uma representação dos hemisférios terrestres e maritimos e dos 12 signos do zodiaco. Almada decorou igualmente a entrada da Aula Magna (a poente), com representações de Apolo (Razão) e de Atena (Saber) rodeados de estudantes.

Foto: 12/12/2021. Aula Magna antes do concerto Nona de Bruckner pela Orquestra Sinfónica Metropolitana dirigida pelo maestro Emilio Pomàrico.

No interior da Aula Magna, com uma lotação de 1584 lugares, não faltam motivos de interesse. A arquitectura de interiores é da autoria de Daciano da Costa. Na porta (ao fundo na imagem) trabalharam alunos da Escola de Artes Decorativas António Arroio, sob a orientação do mestre Lino António. O vestibulo da entrada possui um painel cerâmico de Querubim Lapa subordinado ao tema "Glorificação do Trabalho Intelectual".

40 Anos de Existência

No mês de Dezembro de 1971 foi dado por concluido o Viaduto do Campo Grande, cujas obras foram iniciadas a 28 de Janeiro no mesmo ano. O projecto é da autoria do Gabinete de Estudos de Estruturas Especiais, Lda.(engenheiros Lopes Andrade, Jorge Perloiro e Manuel Saragoça). Para que a ficha técnica fique completa: o empreito chamava-se José Matias e o técnico responsável era o engenheiro Luz do Rosário. Neste ano, recorde-se, era inaugurado também no mês de Dezembro, o viaduto no cruzamento entre a Av. dos EUA e a Av. de Roma.

3 Anos de Existência ?

Foto: 15/12/2021

Festa de Namoro ou  Publicidade ?

A Ana que assinou o panfleto que convidava todos os estudantes para a festa .Fotos: 25/10/2021

Um panfleto profusamente distribuido na Cidade Universitária, da conhecida casa de fotocópias na Avenida do Brasil (Utopia), em letras de grande destaque dizia que a Ana convidava todos os estudantes universitários a visitarem este estabelecimento no dia 25 de Outubro de 2021. Prometia muita animação, comida e imperiais à borla. "Bar aberto" entre as 08.00 e as 24.00.  Aquilo que parecia publicidade enganosa revelou-se verdade. Às 18h00 estava formada uma verdadeira enchente junto à entrada da Utopia. A policia não tardou a aparecer,e a festa que transbordara para a rua teve que ser toda dentro de "casa". Ficamos na dúvida se tratou de uma festa de namoro ou um golpe publicitário.

Remédio para os Calos

Conhece o calicida S. João ? Não podemos garantir que ainda o possa adquirir numa pequena loja (fechada) na Travessa Henrique Cardoso, 23A. O fim do comércio tradicional não apenas retira vida às ruas mas também contribui para o fim de muitos produtos que tinham nestas lojas os seus pontos de distribuição.Foto: 3/02/2020

Carta de Amor

É dificil de imaginar que neste quiosque junto ao viaduto da Av. de Roma esteja exposta uma carta de amor ao Bairro de Alvalade e às pessoas que nele vivem. Isabel Medina que mora mesmo em frente fez questão de a escrever. A Mila que faz do quiosque o seu poiso fez questão de partilhar a declaração com todos os que por ali passam.

A Isabel sente-se uma privilegiada por morar no Bairro de Alvalade. "O meu Bairro constitui o paradigma do urbanismo em Portugal. E eu moro nele". E são muitas as razões que justificam este amor: O bairro foi bem concebido à escala humana, com grande diversidade de construções, jardins e muitas outras "pérolas".

Para além de tudo isto temos as pessoas, outro dos seus amores: "E há a Mila e a sua cadela Sissi, no quiosque mesmo em frente da minha porta. E o sr. Paulo, o sr. Luis, a Maria Isabel, oitenta e tais frescos anos a pedir um bolito nos semáforos, mas o que ela mesmo gosta é de conversar".

Isabel Medina adora o comércio local que ainda sobrevive: "Em cada loja há alguém simpático. Conhecemo-nos, conversamos, sorrimos, rimos às gargalhadas, e falamos mal do governo."

A Mila orgulhosa do que sobre si se diz, também faz questão de expor fotografias das suas gratas recordações e de revelar os seus gostos. É de amor que ambas falam. 4/12/2019

Natal ...

O que significa o Natal hoje? A resposta depende do significado que cada um lhe dá. Para uns é o relembrar (e comemorar) o nascimento do "menino jesus". Para outros é sobreutudo a "festa da família", o reecontro colectivo com familiares, amigos, etc. Outros esperam realizar nesta época os negócios que não fizeram durante todo o ano. Há muitos natais. A todos um feliz natal são os votos do Jornal da Praceta. Foto: Rua Luís Augusto Palmeirim, Dez. 2019

Amolador

Numa cultura do "usa e deita fora" os amoladores de facas e arranjos de tachos são uma profissão em extinção. Remando contra a maré ainda anda por Alvalade um amolador mas motorizado. Foto:18/12/2019

"O Homem da Marreta"

No alto de um edifício da Avenida de Roma impoem-se a figura d`o Homem da Merreta, escultura de António Santos. Qual o significado ?

O Chefe da Matilha

Em Alvalade existe, provavelmente, mais cães do que crianças. Tornou-se habitual ver-se na rua pessoas a passearem com três, quatro ou mais cães. Ter apenas um diminui consideravelmente o reconhecimento social do dono do cão.

A Câmara Municipal de Lisboa perante tanta quantidade de cães na freguesia criou no Jardim do Campo Grande um amplo espaço canino, a Junta de Freguesia irá inaugurar dentro em breve outro espaço de grandes dimensões na Mata de Alvalade/Parque José Gomes Ferreira (Setembro de 2017). Tão elevada quantidade de cães tem implicado um aumento de despesas da junta para assegurar não apenas os serviços de limpeza dos dejectos caninos, mas na aquisição de motocães, sacos, campanhas de sensibilização, etc..

A moda em Alvalade de andar a passear com uma matilha, segundo apuramos, começou com este jovem, cuja principal atividade consiste em percorrer diariamente a freguesia com os seus cães. Estes seguem-no como um a verdadeiro chefe, causando espanto a quem o vê passar.

Motocão em plena atividade. A porcaria é tanta que a máquina de limpeza está constantemente avariada.

Quem andou a destruir a ginkgo biloba?

A Ginkgo Biloba quando foi inaugurada a Escola Secundária Rainha Dona Leonor a 21 de Janeiro de 2011

Parece impossível mas acontece. No passeio defronte da Escola Secundária Rainha Dona Leonor, na freguesia de Alvalade em Lisboa, no passado dia 3 de Abril de 2015, um energúmeno resolveu serrar uma árvore - Ginkgo Biloba - que aí foi plantada aquando das obras de remodelação deste estabelecimento escolar. Mais

 

Minimercado na Rua

Um pouco por toda a cidade não faltam "minimercados de rua", basta dois ou três caixotes, e o que se quiser vender. Entrecampos. Foto: 21/10/2019

Não há como a Roupa Seca ao Sol

Há sol, logo temos estendais. Foto: 21/10/2019

À Espera que Chova

Mesmo em frente da Esquadra da PSP do Campo Grande, uma antiga "pasteleira" aguarda que chova, para começar finalmente a trabalhar. H´á muito tempo que não chove. Alguns chapéus de chuva serão consertados, mas a maioria acabarão no lixo. Foto: 21/01/2019

Viver em Alvalade

Testemunho de Gaspar Santos

na tertúlia da Biblioteca Manoel Chaves Caminha, no dia 27 de Janeiro de 2018. Mais

 

Racismo ?

Para "afugentar" a comunidade cigana, muitos comerciantes do Campo Grande, em 2004, resolveram colocar sapos à entrada nos estabelecimentos comerciais. Garantiam que desta forma os roubos diminuíam. Um caso até hoje fez correr muita tinta. Mais