Jornal da Praceta

Informação sobre a freguesia de Alvalade

(Alvalade, Campo Grande e São João de Brito )

 

    Anterior

Avenida de Roma

Galeria de Mamarrachos

Desde os anos 80 do século XX que a avenida mais "chique" de Lisboa foi-se transformando numa verdadeira galeria de mamarrachos devido à proliferação de marquises, anexos e outras construções avulso que desfiguraram completamente as fachadas dos edifícios. 

O monstro. Aquele que foi um dos edificios mais belos de Lisboa está transformado num monstro.

Prosseguindo pela Avenida o visitante pode admirar uma enorme variedades de marquises num mesmo edifício. Cada um faz o que bem entende "naquilo que é seu", não há regras.

.

As generosas varandas do "centro comercial roma" desapareceram tapadas por marquises.

Uma excelente peça arquitetónica dos anos 50 totalmente desfigurada por marquises cujo objectivo nem sempre é compreensível.

A maioria das vidraças das marquises, muitas vezes devido à dificuldade de as retirar, passam-se largos anos que não são limpas. O aspecto é de simplesmente deplorável.

Esquina da Travessa Henrique Cardoso

Esquina com a Avenida Frei Miguel Contreiras, junto ao edificio Roma.

Esquina com a Rua João Villaret. É dificil imaginar que o mamarracho que se tornou o edificio na imagem em tempos já possuiu alguns dos estabelecimentos mais prestigiados na Avenida de Roma.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Estação de Comboios Roma-Areeiro

A estação de comboios está votada ao mais completo abandono. Os canteiros onde antes existiam flores estão hoje transformados num matagal, aproveitado pelos transeuntes se desfazerem de lixo.

 




Editorial

Entrada

História local
Guia do Lazer
Quiosque