Jornal da Praceta

Informação sobre a freguesia de Alvalade

 

 

 

Educação

 

 

 

Escola Secundária Rainha Dona Leonor

Nova entrada da ESRDL (2011)

A rainha Dona Leonor ficou para a história pelas suas acções caritativas a favor dos pobres. A escola não se limitou a tomar Dona Leonor como patrona, tem-lhe seguido os ensinamentos, assumindo como uma das suas dimensões formativas, a prática da solidariedade. Nas muitas campanhas que aqui são organizadas ao longo do ano lectivo participam activamente alunos e professores. 

Frequência

A ESRDL é uma das mais procuradas em Lisboa pela qualidade do seu ensino, sendo por isso constituída por uma população escolar cada vez mais heterogénea. No ano lectivo (2013/2014), no terceiro ciclo tinha 4 turmas do 7º. Ano, 4 no 8º.Ano e 5 turmas no 9º. Ano. No ensino secundário (10º., 11º. e 12º.Ano) tinha em cada um dos anos 10 turmas. 

Breve história do "Rainha"

O Liceu Rainha D. Leonor foi criado pelo Decreto - Lei nº. 36.495 de Setembro de 1947, para funcionar na zona ocidental da cidade de Lisboa com frequência exclusivamente feminina. 

Situava-se, na altura, na rua da Junqueira 66 - 68, no antigo Palácio da Ribeira, local onde passou a funcionar a Escola Secundária Rainha D. Amélia. 

Com a construção do actual edifício, a Escola instalou-se em 1961 no Bairro de Alvalade, freguesia de São João de Brito, em Lisboa, mantendo a frequência exclusivamente feminina. 

A partir do ano lectivo 1974/75, a população escolar, em estabelecimentos de ensino oficial, passou a ser mista, tendo o termo de Liceu dado lugar à designação de Escola Secundária. 

O ensino abrange actualmente do 7º. ao 12º. Ano, funcionando em regime diurno e nocturno.

Escola Secundária Rainha D. Leonor
Rua Maria Amália Vaz de Carvalho, 1749-069 Lisboa


Telefone: 218428880 . Fax: 218470948

 

A ilustre patrona

Rainha Dona Leonor de Lencastre

Família: 

Bisneta de D.João I, neta de D. Duarte, sobrinha de D. Afonso V, esposa de D. João II e irmã de D. Manuel I. Prima do Imperador Maximiliano I da Alemanha e de Isabel, a católica de Espanha. 

Era filha o poderoso Infante D. Fernando (1453-1470), Condestável de Portugal, Fronteiro do Alentejo e Algarve, etc. Foi casado com a Infanta Dona Beatriz. Possuía a administração da Ordem de Santiago (1444-1470), para além do Ducado de Beja (1453) e os senhorios de Moura e Serpa, e parte dos exclusivos do fabrico de Sabão, das pescarias e do corso. Herdou do Infante D. Henrique, o Ducado de Viseu (1460), o senhorio da Covilhã e Algarve, os arquipélagos da Madeira, Açores e Cabo Verde e a administração da Ordem de Cristo (1460-1470).Era um dos homens mais ricos do seu tempo. Mais

 

Eventos

Cinema. Exposições . Teatro. Conferências

Visitas de Estudo

As visitas de estudo organizadas pelas escolas em muitos casos são a uma das raras oportunidades para os alunos conhecerem o país, contactarem com ambientes, obras e atividades que só conheciam através imagens ou textos. A ESRDL ao longo do ano tem um vasto programa de visitas de estudo que procuram alargar os horizontes dos alunos para além das salas de aula.

2003. Projecto Lisboa-Petrópolis (Brasil) uniu alunos e professores de filosofia de dois continentes, tendo proporcionado várias visitas de estudo a partir de interesses comuns. Mais

2006. Enquanto em Lisboa se destruía a Casa de Almeida Garrett, os alunos da ESRDL viajam pelo norte do país para conhecerem as casas onde viveram grandes escritores da língua portuguesa, como José Régio. Mais

 

 

Iniciativas Solidárias

O Rainha, nome pela qual carinhosamente esta comunidade trata a escola, realiza ao longo de todo o ano lectivo muitas e diversas iniciativas de solidariedade.  É uma tradição mantida e estimulada, dando desta forma continuidade à obra da patrona da escola, a Rainha Dona Leonor, fundadora das Misericórdias.

 

Rainha - Lar de Santa Joana Princesa (Dezembro 2003). Festa de Natal !

Rainha - Padre Moniz (Janeiro-Abril de 2003). De Cabo Verde, mais precisamente da Ilha de Santiago, povoação de Calheta de S. Miguel, chegou à Escola Secundária Rainha D. Leonor um apelo: Ajudem os nossos alunos a estudar!   Mais

Curso de cultura e língua portuguesa para imigrantes. A Fundação Calouste Gulbenkian atribuir em 2005 um significativo apoio financeiro a um projecto desta escola, para que no âmbito do mesmo possa ser produzido material didáctico especialmente concebido para aulas com imigrantes. Este projecto (Rainha Acolhe), iniciado no ano lectivo de 2004/2005 destinava-se a apoiar de forma personalizada alunos e comunidades imigrantes. Os resultados alcançados superaram as melhores expectativas do seus promotores. Mais 

Sinal dos tempos:

Renascimento da Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas Rainha Dona Leonor (aerdl)

Nos últimos anos a associação de estudantes da ERDL desapareceu sem deixar rasto de si, mais eis que numa manhã do dia 17 de Novembro de 2015 se inicia uma animada campanha eleitoral com meios de propaganda raramente vistos em escolas públicas. Muitas empresas, nomeadamente as de refrigerantes, pizzas, doces e de consolas de jogos descobriram no apoio a estas eleições estudantis, um excelente veiculo de propaganda. Não faltam patrocínios.

Não faltou uma carrinha de "crepres".

Os programas eleitorais prometem bailes de finalistas, música nos intervalos, volei nocturno, skates, torneios de video jogos, surf day, vendas mensais de bolos, descontos em lojas no bairro, ciclos de cinema, semanas culturais, jornais de parede, semanas académicas, festas temáticas, promoção de voluntariado, vendas de gomas, pipocas, castanhas através de rifas e muitas outras coisas.

Fotos

 

 

Editorial

Entrada

História local
Guia do Lazer
Quiosque