Jornal da Praceta


Informação sobre a freguesia de Alvalade

(Alvalade, Campo Grande e São João de Brito )

    Anterior

 

 

Logradouros do Bairro das Caixas

À medida que a limpeza e requalificação avança nos logradouros do Bairro das Caixas vão ficando descoberto inúmeras construções abarracadas onde deviam existir pequenos jardins ou hortas. O aspecto deprimente tornou ainda mais evidente, assim como a necessidade de uma desobstrução completa destes espaços e reposição do projecto inicial de Alvalade. Fizemos uma visita a um espaço que foi requalificado nas traseiras da Rua Afonso Lopes Vieira e veja algumas das situações que registamos.

Antigas construções precárias que cresceram como cogumelos nos logradouros foram colocadas a descoberto pela limpeza dos terrenos. O espaço foi requalificado e não tardou a ser vandalizado e parte do equipamentos destruidos. Alguns moradores não escondem (nas redes sociais) que pretendem o regresso à anterior impunidade. Foto: 10/08/2021

Num bairro que foi pensado como uma cidade-jardim os seus amplos logradouros destinados a usufruto colectivo foram ocupados com construções ilegais, retalhados por muros de arame farpado. Foto: 10/08/2021

Nos últimos meses alguns moradores donos destas construções ilegais procuram dar-lhes uma aparência mais ordenada e menos abarracada. Foto: 10/08/2021

Algumas das construções que foram demolidas possuiam uma apreciável dimensão, outras ainda aguardam que a CML/Policia Municipal de Lisboa conclua o processo judicial para a sua demolição. Foto: 10/08/2021

No dia 25/08/2021 fizemos uma visita ao Jardim da Celeste, e continuamos a deparar-nos com uma sucessão de construções precárias protegidas por uma rede metálica. Quem aqui vive não foi encarcerado, pois já se tinha emparedado. Uma situação que carece de uma intervenção pública destinada a garantir condições mínimas de socorro por parte dos bombeiros e arejamento das habitações.

Outro exemplo de construções ilegais que abundam no Bairro das Caixas, onde se acumula todo o tipo de lixo e que foi durante anos um local onde se injectavam toxicodeopendentes. Fica nas traseiras de uma escola pública. Foto: 25/08/2021

Mais Informação:

"O Quintal do Sr. Guerreiro"

Uns Limpam, Outros Ocupam

Regularização do Estacionamento

O Bunker e o Pombal

Será desta?

Reportagem em 2004

Estudos Técnicos de Requalificação

Ecos na Comunicação Social

   
 
 

Entrada

História local
Guia do Lazer
Quiosque