Jornal da Praceta

Informação sobre a freguesia de Alvalade

(Alvalade, Campo Grande e São João de Brito )

 

    Anterior

Espaço Público

 

Durante os quatro anos de mandato o presidente da Junta de Freguesia de Alvalade - André Móz Caldas (Set.2013- 1 Out.2017) - continuou a assistir-se à apropriação privada de logradouros públicos no Bairro de Alvalade para a construção de barracas e lixeiras.

 

"O Quintal do Sr. Guerreiro"

(traseiras da Escola Básica nº33- EB de Santo António)

 

Durante anos o Sr. Guerreiro ocupou um terreno junto a um caminho público, nas traseiras de uma escola primária. Cultivava um pouco de tudo, nomeadamente batatas. Em 2015 reformou-se e o seu quintal foi de imediato cobiçado para a criação de um vazadouro de entulho de obras.

 

Um espaço público no inicio de 2015 era ainda ocupado por uma horta nas traseiras da escola nº33 (escola de Santo António). O local está hoje transformado num vazadouro privado.

 

O terreno do "hortelão" foi vedado e começou a ser coberto por entulho de obras.Foto: Agosto de 2015

 

Apesar dos protestos dos moradores não parou de ser descarregado entulho de obras, para posteriormente ser cimentado e murado. Alguns matacões foram colocados de modo a impedir que automóveis pudessem aí estacionar. O local fica junto a um armazém da Câmara Municipal de Lisboa ( !...) e nele passa um movimentado caminho público. Foto: 28 de Setembro de 2015

 

A ocupação do espaço público foi-se consolidando e para tapar a zona foram plantados alguns arbustos e vedada a zona.Foto: 27 de Outubro de 2015 

Inicio da ocupação ilegal de um terreno municipal no Bairro das Caixas ("Quintal do Guerreiro")

Uma camioneta carregada de sacos de entulho de obras é descarregada na maior das impunidades, junto a uma caminho público, nas traseiras de escola primária. Foto: 18/11/2015, 11h45.

 

O espaço público após ser dado como "privatizado", e estando já devidamente delimitado e completamente preenchido de entulho de obras, de modo a preparar a operação seguinte. Foto: 18/11/2015, 11h45.

 

 

 

Junto ao quintal do "Sr. Guerreiro" existia uma vinha, mesmo de fronte de um dos muitos barracões existentes no local para armazenar materiais de construção e muitas outras coisas. Estes barracões, construídos ilegalmente em terrenos públicos, são conhecidos por "garagens", função que manifestamente não possuem.

 

 

 

O espaço que era ocupado por uma vinha foi cercado em 2015 por uma rede, de modo a uni-lo a um barracão e ao quintal do "sr. Guerreiro". Foto: 28 de Outubro de 2015.

O entulho das obras e outros materiais continua a acumular-se e dentro em breve começará a cair para dentro das instalações camarárias. Foto: Agosto, 2017

A ocupação do espaço público está consolidada, dentro em breve irá começar a surgir uma norme barraca no local. Este é o procedimento habitual nos logradouros de Alvalade.Foto: Agosto, 2017.

Afastar a Concorrência...

Os "donos" dos barracões existentes no local, para afoguentarem a concorrência, durante largos anos tem furado os pneus dos automóveis que estacionavam neste logradouro público, como se pode ver na imagem. Foto: Maio de 2004 

   
 
 

Entrada

História local
Guia do Lazer
Quiosque